Santos – O meia-atacante Jádson, que foi revelado pelo PSTC, de Londrina, e apareceu para o mundo ao defender o Atlético no Brasileirão de 2004, embarca hoje para a Ucrânia, onde vai se reapresentar ao Shakhtar Donetsk. Mas seu pensamento ficará no Brasil, mais precisamente na Vila Belmiro. Ontem, o clube ucraniano informou que irá responder à proposta dos santistas, que querem o atleta por empréstimo.

Antes disso, os ucranianos haviam rejeitado duas propostas apresentadas pelo Santos, sendo uma de pagamento de metade de sua multa contratual (cerca de US$ 2,5 milhões).

Haroldo Carlos, procurador do atleta, agora acredita que exista grande possibilidade de Jádson jogar pelo Santos. ?Existe o interesse por parte dele de voltar a jogar no Brasil e ele já optou pelo Santos?, comentou.

A contratação de Jádson ganhou mais força com a chegada de Vanderlei Luxemburgo para comandar a equipe, o que ocorreu num momento em que Ricardinho estava mais interessado em se transferir para o Parque São Jorge do que permanecer na Vila Belmiro. Com isso, os dirigentes se esforçaram ainda mais para contratar o meia, que foi vendido há um ano por US$ 6 milhões. Ele tem ainda contrato de quatro anos com o Shakhtar Donetsk.

Um dos principais motivos do interesse do atleta em retornar ao Brasil é a possibilidade de disputar a Copa do Mundo já que o Santos é uma vitrine. ?Se ele jogar pelo Santos, vai perder dinheiro, pois ganha muito bem na Ucrânia, mas estará a um passo da seleção?, comentou Haroldo Carlos.

Se o Santos quer Jádson, ainda não desistiu de Ricardinho. O clube continua aguardando a resposta à proposta apresentada pelo jogador no mês passado, conforme informou o vice-presidente Norberto Moreira da Silva. Com os problemas ocorridos nas negociações com o Corinthians, aumentam as possibilidades de o meia retornar à Vila Belmiro.