O Botafogo encerrou nesta sexta-feira a preparação para o clássico de sábado com o Flamengo, no Maracanã, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Jair Ventura fechou as portas da atividade e preferiu não confirmar a escalação para o importante confronto. A principal dúvida é em relação ao sistema tático: com três volantes ou três atacantes.

“Para cada jogo temos uma estratégia definida e temos uma para esse jogo. Só não posso te dizer, né. Se não me complica”, declarou o treinador, que confirmou a possibilidade de atuar com três atacantes. “Sobre a situação dos três atacantes, disseram que não funciona, que não criamos. Mas isso porque analisamos muito o resultados e construímos a história de trás para frente.”

Outra possível mudança do Botafogo é a entrada de Diogo Barbosa, que se recuperou rapidamente de lesão e pode ser titular. “Fisicamente ele é um privilegiado, perde muito pouco mesmo com quase 27 dias parado. Treinou muito bem durante a semana e tem chance”, admitiu Jair.

Com 54 pontos, na quinta colocação, o Botafogo pode ficar anda mais próximo da Libertadores se vencer o Flamengo. Uma derrota, no entanto, embola a briga por uma das vagas. O treinador alvinegro sabe da necessidade do bom resultado, mas minimizou a responsabilidade de seus comandados.

“A maior decepção seria se não fôssemos rebaixados. Agora é uma pressão gostosa. Nosso objetivo era livrar do rebaixamento. Não temos a obrigação de classificar para a Libertadores, mas vamos dar o máximo para conseguir. Não tenho bola de cristal para saber se estaremos lá no fim do campeonato”, comentou Jair.