O técnico Jair Ventura prometeu um Botafogo empenhado para enfrentar o líder Palmeiras neste domingo, em São Paulo, pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com a vaga à Libertadores encaminhada e correndo o risco de ajudar o rival Flamengo na briga pelo título com uma vitória, o comandante alvinegro lembrou: “O campeonato ainda não acabou”.

“Sou bem sincero. Não posso ficar pensando nisso. Penso no nosso, em fazer o nosso melhor. E o que vai acontecer, nós vamos ver. Não penso, de coração, se vai ser melhor para um ou para o outro. Também precisamos fazer o nosso, o campeonato ainda não acabou para a gente e depois vemos ver como fica o final no fim do ano. Para eles (Palmeiras e Flamengo) e para a gente”, declarou nesta sexta-feira.

Apesar da vaga encaminhada à Libertadores, uma derrota pode mesmo complicar o Botafogo nesta disputa. A equipe é a quinta colocada, com 55 pontos, quatro à frente do Corinthians, primeiro time fora do G6. Além da vontade natural de vencer para encaminhar a classificação, Jair exaltou a “grandeza” desta partida, que pode dar o título brasileiro ao Palmeiras.

“Pode ser o jogo do título para eles caso vençam, mas também vamos jogar para vencer. Fizemos bons jogos contra equipes que buscam o jogo como o nosso. Todos os ingressos foram vendidos e a expectativa é de um grande jogo”, afirmou.

O treinador ainda celebrou o reencontro com Cuca, técnico que lhe deu a primeira oportunidade na comissão técnica, justamente no Botafogo. “Me lembro até hoje como foi meu primeiro dia no Botafogo, cheguei cheio de vergonha, em 2008. Hoje vou enfrentar o treinador que me deu oportunidade. Fico feliz. Consegui alcançar o meu objetivo, que era ser treinador. O Cuca foi um cara que me ajudou bastante e sou grato. Desejo sorte para eles, mas depois do nosso jogo.”