A Caterham (antiga Lotus) anunciou ontem a demissão do piloto italiano Jarno Trulli, que, aos 37 anos, ficará sem uma equipe para correr após 15 temporadas consecutivas na Fórmula 1 e disputar 251 corridas. O substituto já foi anunciado: o russo Vitaly Petrov, que será, portanto, o novo companheiro do finlandês Heikki Kovalainen. Pela primeira vez desde 1969, a Itália ficará sem um piloto na categoria,