Horas depois de anunciar sua entrada na Fórmula 1, a Brawn GP colocou seu carro na pista. A escuderia do engenheiro Ross Brawn, que assumiu o controle da Honda, levou o modelo BGP 001 para o circuito de Silverstone, onde Jenson Button completou as primeiras voltas, nesta sexta-feira (6).

O carro da Brawn GP ainda não apresenta patrocinadores em sua pintura, quase toda na cor branca, com detalhes em amarelo e preto. A única empresa que estampa sua marca é a Bridgestone, fornecedora de pneus. Da Honda, antiga proprietária da estrutura que agora é gerenciada por Brawn, nenhum vestígio; da Mercedes, fornecedora de motores e câmbio, também não.

O teste desta sexta-feira, chamado de “shakedown” serve para checar o funcionamento básico do carro. No caso da Brawn GP, que ainda não havia levado o modelo à pista, esse tipo de atividade é fundamental, pois o modelo BGP 001 foi remodelado às pressas para receber os componentes da Mercedes.

O número de voltas e os tempos não devem ser divulgados pela equipe. Na próxima semana, a Brawn participará de seu primeiro teste coletivo, no circuito de Barcelona, na Espanha. Antes do início do Mundial, a equipe ainda deve testar em outro circuito espanhol, Jerez.

A temporada da Fórmula 1 começa no dia 29 deste mês, com o GP da Austrália, no circuito do Albert Park, na cidade de Melbourne. A Brawn GP terá, além de Jenson Button, o brasileiro Rubens Barrichello como piloto. Os dois, que somados têm 423 GPs, formam a dupla mais experiente do grid da categoria em 2009.