O técnico Joel Santana admitiu que o fim do jejum de nove jogos sem vitórias no Brasileirão trouxe alívio para o time do Botafogo. A equipe carioca, que chegou a acumular oito empates consecutivos, bateu o Vitória por 1 a 0, neste sábado, no Engenhão.

“Quando a coisa começa a apertar, fica uma ansiedade muito grande. Em função dos nove jogos sem vencer, criaram uma tempestade. Mas não estávamos vindo tão mal assim. Difícil é quando você é superado no futebol”, ponderou o treinador.

Além de interromper a série negativa da equipe, o resultado deste sábado devolveu o Botafogo para a briga pelo título, na avaliação de Joel Santana. “Nós sempre temos esperança. Mesmo com as equipes da frente se afastando um pouco, penso que você tem que atingir uma porcentagem de pontos. Hoje foi um dia que saímos de oitavo e podemos acabar a rodada em quinto”, disse o técnico, faltando sete rodadas para o fim do campeonato.

“Agora, quem vencer dá passo muito grande rumo aos seus objetivos. Não há nada definido. Agora que a coisa vai começar a pintar para aquele cluibe que se preparou para ser campeão. Só sei que nossa estrela está começando a brilhar”, projetou Joel Santana, confiante.

O técnico, porém, ganhou mais uma preocupação para a sequência do Botafogo, diante do Atlético-MG, no próximo sábado. Marcelo Cordeiro, autor do gol da vitória, sentiu dores na coxa esquerda e precisou ser substituído no início do segundo tempo. Assim, o lateral se junta ao grupo de lesionados, que já conta com Antônio Carlos, Herrera, Fábio Ferreira e Maicosuel.