Uma confusão ocorrida em uma casa noturna na cidade de Nova York na madrugada de terça para quarta-feira não terminou bem para três jogadores da NBA. O ala Chris Copeland, do Indiana Pacers, foi esfaqueado no abdômen, enquanto o ala Thabo Sefolosha e o pivô Pero Antic, ambos do Atlanta Hawks, acabaram presos pela polícia da cidade por atrapalharem o trabalho dos oficiais que estavam no local.

De acordo com relatos da imprensa norte-americana, Copeland estava na casa noturna 1 OAK, quando, por volta das 4 horas da manhã, iniciou uma discussão com sua esposa. Um homem, identificado como Shezoy Bleary, de 22 anos, teria tentado interromper o bate-boca e foi repreendido pelo jogador do Pacers.

Bleary, então, puxou uma faca e a usou para acertar o abdômen de Copeland. Depois, atacou Katrine Saltara, esposa do jogador, e a golpeou algumas vezes, acertando seu braço, perna e seios, segundo alguns presentes. Uma terceira pessoa, também mulher, ainda foi atingida no abdômen. Os três feridos foram encaminhados ao hospital e estão em estado estável.

“Nós estamos cientes de que Chris Copeland foi ferido mais cedo nesta manhã na cidade de Nova York. Nós ainda estamos nos informando e vamos atualizar quando soubermos mais. Nossos pensamentos estão com Chris e os feridos”, limitou-se a dizer o Indiana Pacers em um comunicado assinado pelo seu presidente, o ex-jogador Larry Bird.

Quando a polícia chegou ao local, foi a vez de Sefolosha e Antic se envolverem em um caso criminal. Ainda agitados por tudo que havia acontecido, eles teriam se recusado a sair do local para que os oficiais pudessem montar a cena do crime. Com isso, acabaram detidos e encaminhados à delegacia.

Os três atletas estavam em Nova York porque suas equipes têm compromissos na cidade nesta quarta-feira. O Indiana Pacers, de Copeland, duelará com o New York Knicks, enquanto o Atlanta Hawks, de Sefolosha e Antic, terá pela frente o Brooklyn Nets.