O atacante Rodrigo José da Silva, 25 anos, conhecido como Dill, faleceu na manhã de ontem em Cianorte. O jogador, que estava sem clube e negociava com o Arapongas, teve uma parada cardíaca durante um treino físico, em uma academia da cidade.

Atendentes do Corpo de Bombeiros foram chamados para socorrer o jogador e tentaram reanimá-lo, mas não tiveram sucesso. Ele ainda foi levado ao Hospital São Paulo, onde foi confirmado o óbito.

Dill havia sido indicado pelo técnico Lio Evaristo para defender o Arapongas na temporada 2011. “Ele estava negociando com o clube, discutindo a parte salarial e mais alguns detalhes”, diz o diretor comercial Reinaldo Furlan.

O último clube de Dill foi o Oeste de Itápolis, onde disputou a Taça São Paulo. Antes, já havia passado por Galo Adap, Cianorte e Corinthians Paranaense, onde trabalhou com Lio Evaristo. “O Lio disse que o Dill fez todos os exames quando estava lá e estava tudo normal”, conta Furlan.

O treinador não atendeu a imprensa, mas divulgou uma nota lamentando a morte do atleta: “Trabalhei com ele no Corinthians Paranaense e tenho certeza de que seria uma de nossas referências no campeonato do próximo ano. Só tenho a lamentar e, ao mesmo tempo, pedir que Deus dê conforto para a família neste momento tão difícil”.

O corpo de Dill será velado na Comunidade Cristã, em Cianorte. Ele deixou a esposa grávida de oito meses.