O goleiro Renan Rocha está concentrado para o jogo de amanhã, contra o América-MG, que é decisivo para o Atlético. Mas também já se sente ligado no Atletiba, da última rodada, que acontecerá na Arena da Baixada. O camisa 1 é um dos seis jogadores pendurados com dois cartões amarelos e qualquer desatenção pode acabar tirando-o do clássico.

Mas não é apenas Renan Rocha que precisa ficar atento. Outros três titulares estão na mesma situação, e precisam ser cautelosos para não deixar o técnico Antônio Lopes na mão no derradeiro jogo. Guerrón, Marcinho e Gustavo também estão com dois cartões amarelos, assim como os reservas Rodriguinho e Wagner Diniz.

Titular em 36 rodadas, Renan Rocha foi um dos jogadores que menos recebeu cartões. Há 11 jogos ele tem se mantido em alerta e garante que não será amanhã que receberá nova advertência. “Faz onze jogos que estou pendurado e vou continuar do mesmo jeito para não ser suspenso”, disse.

O goleiro não quer perder o clássico contra o Coritiba e já tem a estratégia montada para não correr riscos. “Tento repor a bola o mais rápido possível para o juiz não achar que é cera. Alguma coisa e vou continuar fazendo para na levar o cartão”, explicou.

Enquanto “cuida” da disciplina, pensando no Atletiba, Renan também mantém o foco no jogo de amanhã. Para ele, de nada adianta ficar de olho no clássico se o time não fizer sua parte em Minas Gerais, vencendo o América-MG. Otimista, ele tem convicção de que o Furacão voltará com três pontos na bagagem, para decidir em casa a permanência na Série A. “A expectativa é das melhores e vamos em busca da vitória, que é só o que nos interessa.Vamos conquistar a vitória para voltar com chances de não sermos rebaixados”, assegurou.

Repetindo a atuação frente ao Cruzeiro, o goleiro acredita que o time conseguirá a vitória. No jogo contra o time da Raposa, o Atlético empatou por 1 x 1, mas teve um gol legítimo anulado. “Temos que continuar trabalhando, como foi contra o Cruzeiro, que vamos sair vitoriosos”, reforçou.