Os jogadores presentes na primeira convocação de Mano Menezes para a seleção brasileira não economizaram nos agradecimentos ao técnico. “Para mim é uma satisfação imensa voltar vestir a camisa da seleção brasileira. É sempre uma honra defender meu país e então nada melhor que você olhar a lista e estar convocado”, disse o lateral-esquerdo André Santos, que trabalhou com o técnico no Corinthians e volta ao time nacional depois de ter atuado em nove partidas sob o comando de Dunga.

O volante Lucas é outro que já conhece o trabalho de Mano – foi dirigido por ele no Grêmio. “Quando vimos meu nome na lista, foi uma grande festa aqui em casa e o telefone não parou de tocar com os amigos e parentes parabenizando. Mano é um dos grandes responsáveis por minha ascensão no futebol. Foi ele quem me promoveu para os profissionais no Grêmio e juntos conquistamos a Série B do Campeonato Brasileiro, dois Campeonatos Gaúchos e chegamos à final da Copa Libertadores da América. Será um prazer voltar a trabalhar com ele, ainda mais na seleção”, festejou o jogador do Liverpool.

Uma das novidades da convocação, o zagueiro David Luiz, do Benfica, não negou a surpresa. “Estava saindo do treino quando fui informado. Fiquei muito feliz. Todo jogador sonha em defender a seleção e agora chegou a minha vez. Sempre trabalhei para ter a minha chance e quero aproveitar ao máximo. É uma emoção muito grande estar nesta lista”, declarou o zagueiro, de 23 anos, revelado pelo Vitória e que está em Portugal desde 2007.

O atacante Diego Tardelli se manifestou pelo site oficial do Atlético-MG. “Agradeço mais uma vez a oportunidade. Estou muito feliz. Vou me doar intensamente para mostrar o meu valor”, prometeu o jogador. O zagueiro Réver, que acabou de chegar ao clube mineiro, também comemorou a chance. “A satisfação é enorme. Vou trabalhar para dar alegria ao torcedor brasileiro.”

Com passagens anteriores pela seleção, Alexandre Pato festejou o regresso ao grupo. “Respeitei a decisão do Dunga e agora estou feliz com a escolha do professor Mano”, explicou o atacante do Milan. Já o zagueiro Thiago Silva, que participou da Copa, também se alegrou em ter sido lembrado. “Entrar no lugar deles (Lúcio e Juan, que foram titulares absolutos da defesa brasileira nos últimos anos) é uma felicidade muito grande”, disse o zagueiro do Milan.

Único são-paulino lembrado por Mano, o volante Hernanes espera não se apresentar para o amistoso contra os Estados Unidos. Rebeldia? Não. A presença significará o fim do sonho da Libertadores. O treinador chamou o também volante Sandro do Internacional entre os 24 jogadores. Quem avançar à decisão da competição continental – os dois times fazem o primeiro duelo da semifinal amanhã, no Beira-Rio – estará automaticamente cortado da relação final.

“Estou muito feliz por fazer parte de novo da convocação da seleção, mas tomara que eu deixe essa para o Sandro”, afirmou Hernanes. “Vou aproveitar as outras, vão ter muitas ainda, essa vou deixar para ele.”

APROVAÇÃO GERAL – Os astros Romário e Ronaldo gostaram da lista de convocados. “A escolha do Mano foi ótima! Ele tem uma história muito boa e acredito que vai fazer um bom trabalho. Parabéns à CBF. A primeira convocação foi muito boa. Espero que os convocados façam pela seleção o que fazem pelos clubes”, escreveu Romário no Twitter. “Parabéns a todos os convocados, especialmente André Santos e Jucilei”, foi a mensagem de Ronaldo, citando dois jogadores com quem jogou no Corinthians.