O atacante Bafétimbi Gomis, do Lyon, e outro atleta da equipe francesa, ainda não identificado, estão sendo investigados por um suposto estupro, de acordo com o jornal “Lyon Capitale”.

A polícia abriu investigação após uma denúncia feita nesta quarta-feira de abuso sexual cometido pelos dois jogadores. Até o momento não houve prisões, de acordo com o diário francês, o primeiro a divulgar a notícia. A suposta vítima, uma mulher de 38 anos, teria sido violentada entre a noite de terça-feira e a madrugada desta quarta-feira. Ela teria procurado a polícia nesta manhã.

Em seu depoimento, ela afirma que Gomis a convidou para ir a seu apartamento, em Lyon. Lá, ela teria sido estuprada pelos jogadores. A investigação, por enquanto, está focada na suposta vítima, que foi submetida a testes psicológicos e toxicológicos, para tentar determinar a veracidade da denúncia.