Conforme prometido pelo movimento Bom Senso FC, os jogadores voltaram a fazer protestos no começo dos jogos da 36ª rodada do Brasileirão. Na noite deste sábado, a manifestação simbólica dos atletas já pôde ser vista nas duas primeiras partidas: Vasco x Cruzeiro, no Maracanã, e Criciúma x Vitória, no Estádio Heriberto Hülse.

No Maracanã, os jogadores de Vasco e Cruzeiro ficaram todos sentados em campo, com os braços cruzados, antes do apito inicial do árbitro. Foram apenas alguns segundos de protesto, assim como aconteceu no Heriberto Hülse, onde os times de Criciúma e Vitória apenas tocaram bola de um lado para o outro até começar a disputa de verdade.

A expectativa é de que os protestos dos jogadores continuem acontecendo em todos os demais jogos desta 36ª rodada do Brasileirão, que será completada neste domingo. Assim, o Bom Senso espera mostrar a união do movimento e também atrair a atenção da CBF para as suas reivindicações para melhorar o futebol brasileiro.

Essa é a terceira vez que o Bom Senso organiza manifestações em jogos do Brasileirão, repetindo o que já fez na 30ª e 34ª rodadas. E o grupo, que já contabiliza a adesão de mais de mil jogadores do futebol nacional, promete continuar os protestos, sendo que existe até mesmo a ameaça de provocar uma paralisação geral.

Entre as principais reivindicações do Bom Senso estão um calendário mais equilibrado e a adoção do fair play financeiro (punição para clube e dirigentes devedores). O grupo já teve reuniões com a CBF para discutir mudanças, mas reclama de um certo descaso da entidade com as propostas que apresenta para o futebol brasileiro.