O Joinville encerrou uma sequência de oito jogos sem vitória e voltou a sonhar com o G4, zona de acesso da Série B do Brasileiro. Neste sábado, o time venceu o clássico catarinense contra o Figueirense, por 1 a 0, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 31ª rodada do campeonato.

O Joinville não sabia o que era vitória desde o duelo contra o ASA, pela 22ª rodada. Depois disso, foram cinco derrotas e três empates. Agora, com o resultado deste sábado, chegou aos 46 pontos, quatro atrás do G4. O Figueirense, por sua vez, segue com os mesmos 45 pontos, mais longe do acesso.

Jogando diante sua torcida, o Figueirense começou em cima, tentando tomar a iniciativa da partida, mas viu o Joinville abrir o placar logo aos oito minutos. Após bola esticada em velocidade, Diogo Oliveira ganhou da marcação na corrida e bateu cruzado, sem chances de defesa para o goleiro.

Os donos da casa tentaram se reorganizar após o gol, mas encontravam dificuldades em finalizar com perigo contra Ivan. A solução foi tentar os chutes de fora da área com Thiego e Pablo, mas o goleiro do Joinville conseguiu fechar a meta e impedir o empate.

Na volta do intervalo, o Figueirense tentou dar mais ofensividade ao colocar Tchô e Rafael Costa, mas seguiu encontrando as mesmas dificuldades em penetrar na defesa adversária. Em chutes de fora da área, os donos da casa tentaram chegar com William e Maylson. O Joinville, porém, conseguiu se segurar.

Agora, o Figueirense volta a campo para um novo clássico catarinense, contra a Chapecoense, na terça-feira, em jogo atrasado da 23ª rodada. Já o Joinville recebe o Paraná no próximo sábado, pela 32ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

FIGUEIRENSE 0 X 1 JOINVILLE

FIGUEIRENSE – Tiago Volpe; William (Ricardinho), Thiego, Nirley e Wellington Saci; Paulo Roberto, Maylson, Rodrigo Souto e Rodrigo (Tchô); Éverton Santos e Pablo (Rafael Costa). Técnico – Vinícius Eutrópio.

JOINVILLE – Ivan; Naldo (Eduardo), Diego Jussani, Rafael e Thiago Feltri; Augusto Recife (Sandro), Marcos Winícius, Diogo Oliveira, Marcelo Costa e Wellington Bruno (Alex Faria); Ronaldo. Técnico – Sérgio Ramirez.

GOL – Diogo Oliveira, aos oito minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Francisco Carlos do Nascimento (AL).

CARTÕES AMARELOS – Tchô e Ricardinho (Figueirense); Augusto Recife, Naldo e Sandro (Joinville).

RENDA – R$ 115.410,00.

PÚBLICO – 9.567 pagantes (10.020 total).

LOCAL – Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).