Divulgação
Nicollas Beccera, argentino, é favorito na final desta manhã.

O encerramento do 15.º Vets Internacional de Curitiba de Tênis acontece hoje, nas quadras do Graciosa Country Club, em Curitiba. A decisão reúne os melhores tenistas do Brasil e de diversos países, neste que é um dos torneios mais tradicionais do País e que conta pontos pelo grupo 2 da ITF (Federação Internacional de Tênis) e grupo 1 da CBT e FPT.

Na categoria 35 anos masculino, a principal em disputa, a final promete ser emocionante. O argentino Nicollas Becerra, que derrotou na última quinta-feira o paranaense Marco Silva, por 6/4 6(4)/6(7) 6/3, um dos favoritos ao título, decide o título com o gaúcho Fúlvio Fagundes, que venceu o número 1 do ranking nacional, Clayvert Gusmão, pelo placar de 6/0 e 6/2. A partida decisiva entre Fúlvio Fagundes e Nicollas Beccera está agendada para hoje, às 11h30.

A paranaense Luciane Giffoni alcançou a classificação para a final ao vencer a carioca Roberta Carvalho pelo placar elástico de 6/0 e 6/1. Agora Luciane enfrenta na final a paulista Simone Vasconcellos, que despachou na semifinal a atleta Neusa Langarco (SP), por 6/0 e 6/2. A final dos 40 anos masculino será entre o número 1 do ranking nacional, Walber Gomide (SP), e o número 2 do ranking brasileiro, Eurico Carvalho (RS).

O Vets de Curitiba é realizado desde 1993, sendo que as duas primeiras edições (93 e 94) aconteceram no Clube Curitibano, reunindo somente tenistas brasileiros.

No ano seguinte, o torneio não foi disputado por falta de patrocínio. O Graciosa Country Club tornou-se o organizador oficial deste torneio desde 1996.

Com quinze quadras, onze abertas e quatro cobertas, o Graciosa Country Club conta com uma infra-estrutura de grande porte para o tênis. As quadras são todas iluminadas e possuem arquibancadas para que o público possa acompanhar os jogos. A entrada para o público é de graça.