Aos 35 anos, Lúcio tem uma carreira extremamente vitoriosa e reconhecida internacionalmente. Titular da seleção brasileira nas três últimas edições da Copa do Mundo, foi pentacampeão mundial em 2002. Também jogou por grandes clubes da Europa, como Bayern de Munique, Inter de Milão e Juventus. Por isso tudo, virou referência para os mais jovens, como o zagueiro Lucão, revelado nas categorias de base do São Paulo, que comemora por poder treinar ao lado do ídolo.

Com apenas 17 anos, Lucão foi promovido recentemente para o time profissional do São Paulo. Mas logo foi convocado para defender a seleção brasileira Sub-20. Assim, ainda não teve muito tempo de trabalhar diretamente com Lúcio, o que poderá fazer mais regularmente a partir de segunda-feira, quando o elenco são-paulino retorna da folga e começa a preparação, no CT de Cotia, para o primeiro jogo da Recopa Sul-Americana, dia 3 de julho, contra o Corinthians.

“Já tive a oportunidade de fazer um treino ao lado dele (antes da convocação para a seleção Sub-20, que o afastou do trabalho no São Paulo por cerca de um mês). Por tudo que ele é, representa e conquistou na vida, tenho certeza que será uma experiência muito boa. Terei a chance de aprender bastante com ele e outros jogadores do elenco”, afirmou Lucão, ao comentar, em entrevista ao site oficial do São Paulo, sobre a convivência com Lúcio.

Com a seleção Sub-20, ao lado de outros três jogadores do São Paulo – Ademilson, Lucas Farias e João Schmidt -, Lucão conquistou dois títulos na Europa: o Torneio de Toulon, na França, e a Valais Youth Cup, na Suíça. Ele voltará a defender o Brasil em mais uma competição, agora pelo Sub-17. Será no Torneio Internacional de Verão, entre os dias 1º e 13 de julho, em Miami, nos Estados Unidos. Depois, ficará à disposição do técnico Ney Franco para a sequência da temporada são-paulina.

“Me sinto mais confiante e levarei essa experiência ótima na seleção para o profissional. Vou dar o meu melhor e, com muito trabalho, as coisas irão acontecer naturalmente”, disse Lucão, que tem, além de Lúcio, Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva, Rhodolfo e Diego como concorrentes pela vaga de titular do São Paulo. “Creio que será uma boa disputa, porque o São Paulo tem ótimos zagueiros. Por isso, vou me preparar ao máximo e esperar a minha oportunidade.”