A dupla de jovens laterais-esquerdos do Grêmio trava uma bom duelo pela titularidade na equipe este ano. Breno, de 19 anos, tem levado vantagem e participou de seis das nove partidas da equipe no Campeonato Brasileiro. Mas Marquinhos, que jogou uma partida, acredita que a disputa “começa do zero” a partir do segundo semestre.

Marquinhos foi contratado por empréstimo em abril junto ao Figueirense após se destacar no Campeonato Catarinense. Para o jogador de 20 anos, as características dos dois laterais são muito semelhantes. “Nós nos destacamos pela velocidade e a facilidade de chegar à linha de fundo”, avaliou em entrevista coletiva após o treino no CT do Londrina, adversário do Grêmio em amistoso neste domingo.

O atleta acredita, no entanto, que a maior presença física pode ser o seu diferencial na disputa. “Eu me destaco pela força, enquanto o Breno é um jogador mais leve”, afirmou.

Breno parece levar vantagem na avaliação do técnico Enderson Moreira. Além da maior participação até aqui no Campeonato Brasileiro, o jogador foi escalado entre os titulares no amistoso da última quinta-feira contra o Maringá, que faz parte da preparação do Grêmio para o segundo semestre. O jogo acabou com vitória por 1 a 0 do time tricolor gaúcho.

Mas Marquinhos, que entrou no segundo tempo, não enxerga preferência do treinador. “Acredito que a partir de agora todos têm chances iguais, o Enderson diz isso diariamente e cabe a mim fazer o melhor para me firmar na posição”, disse.