Dado Cavalcanti só vai confirmar o time que entra em campo momentos antes da partida frente ao Maringá. A necessidade de marcar gols deve fazer com que Júlio César volte a ser titular. No primeiro jogo desta semifinal, o atacante saiu no banco de reservas para marcar o gol que deu novo fôlego ao time para a decisão de amanhã. Esse caminho foi recentemente percorrido por Keirrison, que teve a sua primeira chance como titular após o gol decisivo frente ao Rio Branco, nas quartas de final.

Indagado sobre a possibilidade de Júlio César e Keirrison atuarem juntos, Dado admitiu que essa possibilidade está muito clara na sua mente. “O Júlio César não joga apenas centralizado. Como tem facilidade para cair pelos lados e um chute qualificado de média distância, é uma possibilidade, sim”, avisou o treinador coxa-branca. Nesse quadro, a entrada de Júlio César acarretaria na saída de Norberto. Porém, resta saber se o treinador abriria mão de mais um armador. O Maringá, ao longo da competição, sempre teve no meio-de-campo o ponto forte de seu time.

“Vamos atacar. É claro que com muita atenção no Maringá”, disse Dado. Caso opte por Júlio César, ele poderia armar o Coxa num 4-3-3, com a seguinte escalação: Vanderlei; Victor Ferraz, Luccas Claro, Chico e Diogo; Gil, Robinho e Alex; Júlio César, Keirrison e Roni.