O zagueiro Júnior Lopes garante que está pronto para ser o “xerifão” do Paraná Clube na disputa do Campeonato Paranaense. Com bom humor, ele transformou em marketing uma “troca de farpas” com Neymar, no início de 2012, quando ainda defendia o Bragantino. “Dei duas chegadas mais fortes nele, realmente, mas essa história de que eu o abençoava a cada falta não é verdadeira”, disse o zagueiro de 26 anos, um dos mais experientes nesta nova “safra” de reforços contratados.

“Já estou acostumado com isso. Quando cheguei em Portugal – no Acadêmica de Coimbra – o presidente me apresentou dizendo: “Deus te abençoe”. O mais importante é que por onde passei, fiz um bom trabalho”, disse o jogador, que veio para o Paraná através da Amaral Sports, após ter disputado a Série D pelo Nova Iguaçu-RJ. “No final do primeiro tempo, falei mesmo: “Fica com Deus e que ele o abençoe”. Mas, foi apenas uma vez”, garante Júnior Lopes, que não foge do rótulo de zagueiro firme e que “chega junto”. “Posso garantir que não sou desleal. Sempre fui destacado para marcar jogadores rápidos, como Neymar, Maykon Leite e Fernandinho. Acho que isso diz um pouco da minha característica”, comentou Júnior Lopes. O zagueiro, com 1,90m, vê no cabeceio e no chute forte em cobranças de faltas outros pontos fortes de seu perfil de jogo. O zagueiro acredita que o Paraná está bem servido na sua composição defensiva, com ele, Brinner, Naylhor, Alex Alves e Diego Alemão. “Cabe à comissão técnica definir quem joga”.

Acima de tudo, Júnior Lopes acredita no projeto elaborado pelo Paraná para 2014. “Vi muita sinceridade no presidente (Rubens Bohlen) e no Celso (Bittencourt). Isso foi decisivo para que eu assinasse o contrato, confiando que poderemos buscar esse título estadual”, afirmou o zagueiro. Mesmo sendo um jogador com boa experiência, não esconde a empolgação por poder trabalhar com Roque Júnior. “É um modelo a ser seguido. Mesmo estando num cargo administrativo, certamente poderá passar muitas coisas boas”.

Júnior Lopes, ao que tudo indica, será titular da equipe na largada da temporada. Sobre a preparação, ele acredita que o time estará bem condicionado para a estreia com mais dez dias de preparação. “Não é o ideal, mas vamos estar prontos para largar bem e ir buscando o melhor condicionamento com o transcorrer da competição”, arrematou o zagueiro paranista.