Com quatro rivais diretos na disputa pela última vaga para os Jogos Olímpicos de Beijing, o triatleta brasileiro Juraci Moreira sabe exatamente o que fazer na etapa da Copa do Mundo de Madrid, na Espanha, no domingo (25). O paranaense de 28 anos busca a sua terceira participação olímpica, condição que apenas outros oito atletas no Mundo alcançarão.

?Nesta prova, a minha primeira estratégia é competir bem e chegar entre os 20 primeiros. Tenho quatro adversários que estão próximos da minha pontuação e podem tirar a minha vaga. Então, a segunda estratégia é marcar estes quatro competidores?, comentou Juraci, referindo-se a Dirk Bockel, de Luxemburgo, Csaba Kuttor, da Hungria, Marko Albert, da Estônia, e Dan Alterman, de Israel.

Depois de perder pontos importantes nas etapas de Austrália e da Nova Zelândia, devido a um estiramento na panturrilha esquerda, ele compete animado com os dois últimos desempenhos, no Pan do México e na prova da África do Sul. ?Tive um período de folga e pude treinar, descansar e me concentrar para esta disputa. A sequência de provas me desgastou bastante psicologicamente, principalmente pela lesão, e esse intervalo foi fundamental para colocar as coisas em ordem?, informou.

Para domingo, a expectativa é de definir uma boa colocação na corrida. ?É uma prova muito boa, que geralmente é decidida na corrida, com um pelotão de ciclismo grande. Quero sair para correr nesse primeiro bloco e correr forte, para marcar mais de 100 pontos no ranking e assegurar minha terceira vaga olímpica?, complementou Juraci.