Anderson Tozato
Anderson Tozato

Com quase quatro anos de atraso, a Justiça determinou que Hélio Cury assuma a presidência da Federação Paranaense de Futebol. O dirigente, de 57 anos, foi derrotado na eleição realizada em 2004 pelo então presidente Onaireves Moura e alegava que Moura não poderia concorrer à reeleição, porque a Lei Pelé proíbe que disputem cargos eletivos pessoas que tenham recebido condenação, que estejam inadimplentes em prestações de contas ou em contribuições previdenciárias e trabalhistas.

A juíza da 9ª. Vara Cível de Curitiba, Denise Antunes, concedeu mandado de segurança para que Cury assuma nesta quarta-feira (21), considerando que Moura estaria impedido de concorrer a mais quatro anos no cargo. O presidente já deixou o cargo em maio deste ano, após 22 anos à frente da entidade, passando-a para o vice de sua chapa, Aluízio Ferreira. No último dia 6, Onaireves foi preso sob acusação de desvio de dinheiro da entidade, fraude processual, estelionato e apropriação indébita.

A passagem do cargo foi feita de forma tranqüila, embora Ferreira tenha declarado que vai usar todos os direitos que a Justiça lhe concede para tentar reassumir o cargo. Cury é empresário do setor de comércio de materiais esportivos e, até pouco tempo, era diretor de Esportes da Secretaria de Esportes e Lazer de Curitiba. Ele vai completar o mandato, que termina em abril do próximo ano, e assumiu com a promessa de fazer uma auditoria jurídica e abrir a entidade para a imprensa e a polícia, que ainda faz investigações sobre a atuação de Moura.