O australiano Daniel Ricciardo terá um grande desafio na próxima temporada de Fórmula 1: ser companheiro de equipe do tetracampeão Sebastian Vettel na Red Bull. Sem temer futuras comparações, o piloto da Toro Rosso disse nesta quinta-feira, em Interlagos, que a dupla tem grandes chances de dar certo principalmente pela juventude de ambos. Ele tem 24 anos e o alemão, 26.

Ricciardo faz no GP do Brasil, neste fim de semana, a última prova pela Toro Rosso antes de substituir o compatriota Mark Webber na Red Bull no ano que vem. “Por mais forte que Vettel tenha sido nos últimos anos, ele continua um piloto jovem. Sou apenas alguns anos mais novo que ele e embora até pareça estranho falar isso, acho que essa parceria será ótima para nós”, explicou.

Da estreia no GP da Inglaterra de 2011, pela Hispania, até agora, o australiano acumula 49 corridas e tem como melhor resultado dois sétimos lugares, conquistados neste ano na China e na Itália. Mesmo sem nunca ter subido ao pódio, ele descarta sentir pressão ou ansiedade pela chance de se sentar em 2014 no cockpit de um carro de ponta.

A mudança para a escuderia que tem dominado a Fórmula 1 será justamente na temporada em que a categoria terá mudanças no regulamento, como a volta dos motores turbo. “Nos testes de inverno passaremos dois dias nos carros e certamente vamos nos adaptar às mudanças. Provavelmente será muito mais trabalho para os engenheiros e designers dos carros do que para os pilotos. Creio que não precisaremos mudar nosso estilo”, disse.