O Juventude quebrou o jejum de vitórias neste Brasileirão aplicando 3 a 0 no América-RN, neste domingo, em Caxias do Sul. O jogo foi de pouca qualidade técnica e disputado sob a temperatura de 13 graus. Com o resultado, o time anfitrião igualou o desempenho ao do adversário, que só tem uma vitória na competição.

A primeira grande chance de gol foi do América, aos 10 minutos, quando William, de cabeça, na pequena área, mandou a bola no travessão de Michel Alves. O time visitante foi melhor até por volta dos 20 minutos, quando o Juventude equilibrou a passou a levar algum perigo, especialmente com Da Silva.

Aos 28, Da Silva começou a jogada, mas deu um passe forte ao atacante Cláudio. O estreante dominou a bola na esquerda e, na área, passou por um zagueiro e cruzou para da Silva, de calcanhar, tocar para o gol, fazendo 1 a 0. Aos 31, o América perdeu o estreante lateral Thiago Machado, que fez a segunda falta de cartão amarelo e levou o vermelho.

No segundo tempo, o América voltou melhor e dominou até os 10 minutos, tendo inclusive acertado uma bola no poste esquerdo de Michel Alves, num chute de Geovane. Mas o Juventude se reajustou e, aos 25 minutos, ampliou com um gol do lateral Barão. Ele entrou pela direita e cruzou forte. O goleiro Renê tentou interceptar e tocou a bola para a rede.

Aos 36, William levantou para André, de cabeça, encobrir Renê e ampliar para 3 a 0. No final, ficou a sensação de alívio para a torcida do Juventude. Mas há a consciência de que a equipe terá de melhorar, e muito, para não sofrer com a possibilidade de rebaixamento. O América está na mesma situação.