Caxias do Sul – O início do Brasileiro está sendo melhor que o esperado pelo Juventude. Ontem, o time caxiense venceu o Santos por 2 a 1, no Estádio Alfredo Jaconi, e assumiu a vice-liderança da competição, com sete pontos. Foi a segunda vitória em casa. Já o Santos, do técnico Emerson Leão, perdeu a primeira partida em dois jogos.

O Juventude começou com muita força no ataque. Nos primeiros 14 minutos, perdeu quatro boas chances para abrir o placar. O Santos respondeu aos 15, quando o volante Paulo Almeida mandou uma bola no poste esquerdo do goleiro Diego. Depois, as equipes diminuíram o ritmo e a partida ficou mais no meio do campo, com poucas conclusões a gol. A última oportunidade no primeiro tempo ocorreu aos 33 minutos, quando atacante Cláudio Pitbull recebeu uma bola na cara do goleiro Júlio Sérgio, do Santos, e chutou por cima.

No segundo tempo, a partida começou no mesmo ritmo, com muita correria e poucas conclusões. A história do jogo começou a mudar aos 15 minutos, quando o técnico do Juventude, Ricardo Gomes, colocou o atacante Leonardo Manzi em campo. Três minutos depois, ele recebeu uma bola de Michel, na área, num contra-ataque, e tocou para Cláudio Pitbull, livre, mandar para a rede.

Aos 28 minutos, Manzi foi lançado, num chutão do zagueiro Paulão invadiu a área santista e tocou no canto, fazendo 2 a 0. Quatro minutos depois, Mineiro e André Luiz se desentenderam e acabaram expulsos. O Santos descontou aos 38 minutos, com William. Depois de um erro do volante Ânderson, Alberto tocou a bola para o atacante tirar a invencibilidade do goleiro Diego na competição.

Gols: Cláudio Pitbull (J), aos 18min; Leonardo Manzi (J), aos 28min; e William (S), aos 38min, no segundo tempo. Juventude: Diego; Mineiro, Paulão, Índio e Filipe Alvim; Ânderson, Dionattan, Marcelo (Marcelinho Paulista) e Dênis (Leonardo Manzi); Michel e Cláudio Pitbull (Itaqui). Técnico: Ricardo Gomes; Santos: Júlio Sérgio; Maurinho (Bernardi), Preto, André Luiz e Léo; Paulo Almeida, Renato, Diego e Elano (Wellington); Robinho (William) e Alberto. Técnico: Émerson Leão.