Após 11 anos de ausência, o Juventus voltará a disputar uma semifinal de Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na tarde desta quinta-feira, derrotou o Bragantino por 1 a 0, em partida realizada no estádio da Rua Javari, e acabou selando sua classificação.

O tradicional time da Mooca foi semifinalista da Copinha em 2006, quando caiu nos pênaltis diante do Comercial após empate por 1 a 0 no tempo normal. Naquele ano, o time de Ribeirão Preto em seguida amargou o vice-campeonato ao ser superado na decisão pelo América-SP, de Rio Preto, também na disputa por penalidades, depois de empate por 0 a 0 com a bola rolando.

O adversário do Juventus nesta edição da Copa São Paulo sairá ainda nesta quinta-feira, a partir das 19h30, na Arena Barueri, onde Corinthians e Flamengo reeditarão a decisão de 2016, quando o clube carioca acabou sendo campeão.

O Juventus começou tomando a iniciativa do jogo e criou boas chances de abrir o marcador, enquanto o Bragantino apostou no contra-ataque, em uma formação mais recuada. Aos 10 minutos, Cesinha avançou pela direita e arriscou da entrada da área. Alyson salvou a equipe de Bragança Paulista.

O Bragantino, porém, cresceu nos minutos finais do primeiro tempo e foi para cima do Juventus. Aos 39, Klyverson foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Bruno Oliveira bateu fraco e facilitou a vida de Vitor Omena, que acabou fazendo uma tranquila defesa.

O segundo tempo começou mais equilibrado. O Juventus não era tão efetivo no ataque, mas mesmo assim acabou marcando. Moicano apareceu livre dentro da área e exigiu grande defesa de Alyson. Na sobra, a defesa do Bragantino se atrapalhou toda, Alyson não conseguiu segurar a bola no campo molhado pela chuva na Javari e Cesinha se esticou todo para mandar a bola para o fundo das redes.

O Juventus dominava o duelo, até Klyverson perder a bola para Arthur e dar um tapa nas costas do jogador do Bragantino. O árbitro aplicou o segundo amarelo e posteriormente o vermelho, deixando a equipe da Mooca com um a menos nos minutos finais.

O Bragantino colocou todo seu time no ataque e pressionou o Juventus em busca do empate. Após cobrança de falta ensaiada, Arthur buscou o canto, mas parou na grande defesa do goleiro Vitor Omena. Apesar da pressão, a equipe de Bragança não conseguiu evitar a eliminação.

A outra semifinal da Copinha já está definida e será um duelo entre dois times do interior paulista. O Batatais, que eliminou o Botafogo na quarta-feira, nos pênaltis, tem pela frente o Paulista, que passou pela também surpresa Chapecoense. O jogo será às 10 horas de domingo, no Jayme Cintra, em Jundiaí.