O começo de temporada da Juventus realmente não é nada animador. Depois da saída de alguns importantes jogadores do elenco – casos do atacante argentino Carlitos Tevez, do meia italiano Andrea Pirlo e do meia chileno Arturo Vidal -, a equipe de Turim ainda não se encontrou em campo e decepcionou mais uma vez neste sábado. Em casa, em Turim, só empatou com o Chievo Verona por 1 a 1, pela terceira rodada do Campeonato Italiano.

O ponto conquistado foi apenas o primeiro da Juventus na competição – antes, havia perdido em casa para a Udinese, por 1 a 0, e fora para a Roma, por 2 a 1. Apenas na provisória 15.ª colocação, a equipe do técnico Massimiliano Allegri já fica muito atrás dos concorrentes na busca pelo inédito pentacampeonato nacional. E preocupa os torcedores para o restante da temporada.

Do outro lado, o Chievo Verona, apesar de ter sofrido o empate no final, tem muito o que comemorar. Com um ótimo início de temporada, o time lidera a competição ao lado da Roma com sete pontos – nas duas primeiras rodadas, impressionou ao golear a Lazio por 4 a 0, em Verona, e bater o Empoli por 3 a 1 como visitante.

Em campo, o Chievo Verona foi melhor e abriu o placar logo aos cinco minutos de jogo com Perparim Hetemaj. A vantagem permitiu ao time visitante jogar mais fechado, de forma inteligente, explorando os contra-ataques. Teve algumas chances, mas não aproveitou e sofreu o castigo aos 38 da segunda etapa com o gol de pênalti do centroavante argentino Paulo Dybala, contratado junto ao Palermo para esta temporada.

No meio de semana, a Juventus tentará se reabilitar deste início ruim de temporada em sua estreia na Liga dos Campeões da Europa. Atual vice-campeã, a equipe de Turim, no entanto, não terá vida fácil. O rival será o Manchester City, líder do Campeonato Inglês, nesta terça-feira, fora de casa.