O atacante Keirrison quebrou o silêncio, mas somente para um jornal de Barcelona. Na semana passada, ele cumprimentou os repórteres que cobrem o dia-a-dia do Coritiba, mas sem dar declarações sobre o futuro e, principalmente, sobre o Barcelona.

Negociado com o futebol espanhol, ele estava orientado a falar somente após ser confirmado pelo novo clube, mas abriu uma exceção. Falou com o Sport, diário esportivo catalão, que também pode ser considerado o principal veículo de comunicação a tratar do que acontece no Camp Nou. Na entrevista, K9 revelou que é torcedor do Barça desde criança, quando acompanhava Romário.

Não sem razão, o jogador deve chegar esta semana na Espanha cercado de expectativas. Aos 20 anos, o jogador foi o goleador do Brasileirão no ano passado, começou o ano bem no Palmeiras e logo despertou o interesse do Barcelona, que ainda não sabe se usa o K9 ou repassa numa negociação com David Villa, do Valencia.

A reportagem do Sport lembra que Keirrison não falou nem com a “poderosa” TV Globo nesses 15 dias de silêncio. O jogador saiu do Palestra Itália sem se despedir e está treinando sozinho com um preparador físico particular, no Alphaville Pinhais.

Cláusula

“Estou a ponto de realizar um sonho, o sonho da minha vida. Sempre fui torcedor do Barça, desde a época em que jogava Romário e eu era uma criança. Sempre quis seguir seus passos, porque ele era o jogador que mais admirava”, disse ao jornal espanhol.

O atacante conta que havia uma cláusula “Barça” no contrato com o Palmeiras. Qualquer clube europeu teria que pagar 50 milhões de euros (R$ 138,6 milhões) para levá-lo, mas o Azulgrená precisava apenas depositar 15 milhões (R$ 41,6 milhões).

“Meu sonho de infância era ser jogador do Barcelona. É algo que todo mundo no Brasil sabe e agora as coisas vão se encaminhando bem para que acabe sendo uma realidade”, finalizou.