Número 1 do mundo e atual campeã do Aberto da Austrália, Angelique Kerber teve mais dificuldades do que se previa no seu jogo de estreia no primeiro Grand Slam da temporada. Nesta segunda-feira, em Melbourne, ela precisou de 2 horas e 3 minutos para superar a ucraniana Lesia Tsurenko, 51ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 5/7 e 6/2.

Kerber chegou para a disputa do Aberto da Austrália após uma temporada brilhante, em que foi campeã em Melbourne e do US Open, além de ter sido finalista de Wimbledon, um desempenho que a levou a fechar o ano na liderança do ranking da WTA, ultrapassando a norte-americana Serena Williams.

Com esse status, até teve um bom começo de estreia em Melbourne, mas desperdiçou a chance de fechar o jogo na segunda parcial, em que chegou a liderar por 5/4. Tsurenko forçou a realização do terceiro set, mas aí foi dominada pela alemã, que assim avançou na sua estreia.

Na segunda rodada do Aberto da Austrália, Kerber terá pela frente a também alemã Carina Witthoeft, a número 89 do mundo, que nesta segunda superou a japonesa Eri Hozumi por 7/5 e 7/6 (7/1).

Se Kerber avançou, uma outra candidata ao título em Melbourne já está fora da disputa. É o caso da romena Simona Halep, número 4 do mundo, que foi completamente dominada pela norte-americana Shelby Rogers e perdeu por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1.

Halep teve um único break point em todo o duelo, salvo por Rogers. Além disso, a norte-americana conseguiu quatro quebras de serviço em todo o duelo. A próxima oponente da zebra vai ser a australiana Ahshleigh Barty, que bateu a alemã Annika Beck por 6/4 e 7/5.

Atual campeã de Roland Garros, a espanhola Garbiñe Muguruza, número 7 do mundo, derrotou a neozelandesa Marina Erakovic, 110ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4. Porém, a sua vitória não veio sem sofrimento, tanto que ela precisou receber atendimento médico entre o primeiro e o segundo set.

Além disso, Halep chegou a estar perdendo na segunda parcial por 4/1. Mas conseguiu vencer cinco games consecutivos para triunfar por 6/4, se garantindo na segunda rodada do Aberto da Austrália. Sua próxima oponente vai ser a norte-americana Samantha Crawford, número 162 do mundo, que passou, de virada, pela norte-americana Lauren Davis por 4/6, 6/3 e 6/0.

OUTROS JOGOS – Iniciando a sua 73ª participação em um dos torneios do Grand Slam, a norte-americana Venus Williams cometeu 48 erros não-forçados, mas ainda assim conseguiu avançar no Aberto da Austrália ao bater a ucraniana Kateryna Kozlova, 101ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 7/5.

A número 17 do mundo havia sido eliminada na sua estreia em Melbourne no ano passado pela britânica Johanna Konta, que acabou avançando até as semifinais. Agora triunfou e terá pela frente a suíça Stefanie Voegele, número 112 do mundo, que passou pela japonesa Kurumi Nara (2/6, 6/2 e 6/3) na segunda rodada.

Já a última participação da italiana Francesa Schiavone no Aberto da Austrália durou apenas um jogo. Nesta segunda, a campeã da edição de 2010 de Roland Garros, que vai se aposentar ao término da temporada 2017, perdeu para norte-americana Julia Boserup por 6/2 e 6/4.

Número 10 do mundo, a russa Svetlana Kuznetsova massacrou a colombiana Mariana Duque por 6/0 e 6/1 e agora vai encarar a australiana Jaimee Fourlis na segunda rodada.

A espanhola Carla Suarez Navarro, a ucraniana Elina Svitolina, a russa Anastasia Pavlyuchenkova, a chinesa Zhang Shuai, a letã Anastasija Sevastova, a romena Irina Begu e a porto-riquenha Monica Puig triunfaram nesta segunda-feira. Já a russa Darya Kasatkina, a alemã Laura Siegemund, a italiana Roberta Vinci e a holandesa Kiki Bertans foram eliminadas longo na estreia no Aberto da Austrália.