As declarações de Emerson Leão após deixar o Santos não foram bem aceitas pelos jogadores. Depois de Fábio Costa criticar o técnico por ter dito que o elenco era fraco e não tinha líderes, foi a vez de Kléber Pereira disparar contra o treinador.

"Tínhamos um acordo e ele não cumpriu a sua parte, ao falar mal do time. Não era isso que ele dizia internamente para a gente. Quando estávamos mal no Campeonato Paulista o grupo se fechou e reagiu. A equipe também foi bem na Libertadores e o que ele falou não está certo", queixou-se o artilheiro santista.

Kléber Pereira afirmou que negou aos familiares que tenha ocorrido um complô para derrubar Leão "Tenho vários familiares – mãe, esposa, filho, irmãos – que dependem do meu trabalho. Eles me telefonaram e tive que explicar que aqui ninguém fez corpo mole para derrubar técnico.

Kleber Pereira era dúvida para o clássico contra o São Paulo, na Vila Belmiro, mas participou normalmente do treino desta sexta-feira e está confirmado para o jogo de domingo.