Os 207 abnegados que foram ao estádio Coronel Emílio Gomes, ontem, em Irati, voltaram para casa sem ouvir o grito de gol. Jogando sob forte calor, Iraty e Cianorte ficaram no empate por 0 x 0, pela rodada de estreia do returno do Campeonato Paranaense.

Longe de repetir as boas apresentações do 1.º turno, quando foi candidato ao título, o Cianorte tomou certo sufoco do Iraty, principalmente na etapa inicial. Com jogadas organizadas em sua maioria por Fumaça e Edson Paraíba, o Azulão foi a equipe que mais esteve perto de obter os 3 pontos, sendo que o recém-contratado atacante Marcelo chegou a mandar uma bola na trave do goleiro do Leão do Vale.

Marcando com muita pressão, os donos da casa dificultaram o trabalho dos meio-campistas Felipe Pinto e Paulinho do Cianorte. “Montaram uma estratégia pra nos impedir [de atacar] pela marcação. Marcaram muito forte nossa equipe, pois tentamos de uma maneira, tentamos de outra, mas não tivemos a oportunidade”, lamentou o técnico Paulo Turra, do Leão do Vale, que apostou sem sucesso nas jogadas aéreas pra tentar furar o bloqueio do Azulão.

Nem mesmo a presença do atacante Henrique, um dos principais alvos da zaga local, foi suficiente. Apesar das mudanças na etapa final, o panorama permaneceu zerado entre as duas equipes. Quando a partida se encaminhava para o fim, o treinador do Iraty, Edson Paulista, acabou levando cartão vermelho após reclamar com a arbitragem.

Com o resultado, considerando a classificação geral, o Iraty permanece na lanterna do Campeonato Paranaense, agora com 5 pontos. Já o Cianorte, sustentou a invencibilidade e, com 26 pontos, continua como o dono de uma das duas vagas na Série D do Campeonato Brasileiro.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 16h. o Leão do Vale recebe o Roma, no Albino Turbay. Já o Iraty vai até Arapongas para encarar os donos da casa, no José Chiapin.