Foto: Allan Costa Pinto
O Clássico Primavera, como se esperava, foi vencido por L?Azzura, do Stud São Pedro do Rio Grande, que recebeu a direção de Altair Domingos e apresentada em grande forma
por Júlio César.

O Clássico Primavera, corrida mais importante de sexta-feira, foi vencida pela favorita L?Azzura.

Nos primeiros metros brigaram pela ponta Dirty Joke e Scoz, mas depois de figurar terceiro nos metros iniciais, L?Azzura aproximou-se de Dirty Joke, e no final cruzou o disco com mais de três corpos na frente de Dirty Joke, que também com boa atuação conseguiu bom segundo, chegando Seduce Minister em terceiro.

L?Azzura, uma filha de Vettori e Tarpeian Rock, de criação do Haras Old Friends, defendeu a farda do Haras São Pedro do Rio Grande. Júlio César de Moura Rosa apresentou-a em grande forma, enquanto Altair Domingos dirigiu-a com muita tranqüilidade.

Provas complementares

Prince Dodge, muito fácil, conseguiu sua quinta vitória consecutiva. Depois de dominar Pacaccio na primeira parte do percurso seguiu fácil até o final, com Effusion atropelando pelo lado externo da pista na segunda colocação. John Hills chegou a seguir.

Lord Axe foi outro favorito que confirmou, mas corria na última colocação, enquanto Senhor di Job regulou o ritmo com Fair Secret na posição. No final a atropelada do favorito Lord Axe, com Batida Forte e Fair Secret completando a trifeta.

Hic surpreendeu na terceira prova. Riponga correu na ponta com Bufallo Bill na posição imediata. Hic apresentou-se com grande ação nos 300 finais, para conseguir bonita vitória, com Bufallo Bill e Sans Souci nas posições imediatas.

Uruguayo di Punta conseguiu boa vitória na quarta prova. Ontop correu na ponta seguido de perto por Kifogoso. Uruguaio di Punta, que corria terceiro, assumiu a ponta na entrada da reta e defendeu-se do ataque de Las Vegas Boy, que formou a dupla. Ontop atrasou-se para terceiro.

Jato Forte venceu de ponta a ponta, seguido inicialmente por Ombreatto, com Omais Ligeiro na posição imediata. Na reta Jato Forte resistiu com Omais Ligeiro na formação da dupla. Ombreatto, que mancou durante o percurso, terminou em último.

Red Tower venceu a sexta prova. A parelha Dr. Flash/Carlo-Fesso figurou com destaque na primeira parte do percurso, mas no final prevaleceu Red Tower, que conseguiu boa vitória, com A Good Beauty formando a dupla, chegando a seguir Lady Charm.

Sweet Sunrise venceu a sétima prova. Assumiu a ponta na primeira parte do percurso e bem dosada seguiu ate o final, com Pretty Mary formando a dupla. Nesta prova caíram Pretty Tijucas, dirigida por J. Gulart, e Mucho Corazon, na reta oposta, nos 300 finais, com o jóquei com suspeita de fratura da clavícula.

Upper Winner venceu a oitava prova. Depois de breve luta assumiu a ponta e seguiu até o disco de chegada, enquanto Pé de Pano, que corria segundo, no final foi suplantado por Pappy Famous, que formou a dupla.

A penúltima prova marcou a vitória de Sol El Primeiro. Fast Lover correu na ponta, mas nos 300 finais modificou-se o panorama da corrida, com Sol El Primeiro vencendo com autoridade. Beliscão formou a dupla, com Fast Lover, que foi prejudicado, atrasando-se para quarto.

Uno Champion venceu a prova de encerramento, derrotando o grande favorito Blessed Mustang por oito corpos, terminando Toseika na terceira colocação.

Próxima reunião

A Comissão de Turfe organizou ontem o programa da pró-xima semana, que poderá ser realizado normalmente sexta-feira, ou na tarde do próximo domingo, mas na dependência de entendimentos com o Jockey Club de São Paulo.