A Estradinha ficará pequena nesta tarde. Em campo, a partir das 17 horas, o Rio Branco, líder do Grupo A com nove pontos ganhos, recebe o J.Malucelli que ainda não foi derrotado na competição. Se o time de Paranaguá fizer prevalecer a boa campanha em casa permanecerá no primeiro lugar isolado da sua chave, independente dos demais resultados. ?Nosso time é acima de tudo valente e brigador, porém sem deixar de ser burocrático?, afirma o técnico Itamar Bernardes mostrando ao mesmo tempo determinação e um pouco de cautela solicitada aos jogadores para evitar surpresas desagradáveis no Nelson Medrado Dias, local do confronto.

Para a partida desta tarde, com ingresso de arquibancada a R$ 10, e meio ingresso, R$ 5, o Rio Branco terá a volta de dois importantes jogadores. O meia Márcio e o atacante Neizinho, recuperados de contusões.

Se forem confirmados no time o Leão da Estradinha poderá ter um poder de fogo ainda maior utilizando até três atacantes. Ratinho, que atuou ao lado de Negreiros na vitória de 3 a 0 em cima do Nacional, seria recuado para o meio-campo. Mas Itamar Bernardes já alertou: ?quer o time atento também na marcação?.

E a preocupação do treinador do Rio Branco tem procedência. Ao olhar a tabela de jogos, o adversário de hoje está invicto na competição. Apesar de ocupar a 5.ª colocação na tabela de classificação, o J. Malucelli ainda não perdeu no estadual.

O Jotinha tem seis pontos ganhos; ganhou uma e empatou três vezes. ?É uma equipe bem armada?, completa o treinador do Rio Branco.

E a situação do Jotinha só não está melhor na tabela, porque na última rodada vencia por 2 a 0, deu mole e deixou o Cianorte empatar. O técnico Lio Evaristo diz que a lição já foi devidamente aprendida. ?Deixamos escapar um importante resultado. Isso não deverá mais se repetir?, disse o exigente treinador que passou os últimos dias conversando com os seus jogadores sobre como enfrentar o líder Rio Branco. O Jotinha deve entrar em campo com a mesma formação da partida anterior.

Rádio de pilha pode interditar a Estradinha

O Rio Branco poderá perder um dos seus principais trunfos no estadual. O Estádio Nelson Medrado Dias, a Estradinha, poderá ser interditado. Amanhã a primeira comissão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) analisará na sessão inaugural a denúncia contra o Rio Branco, acusado de infringir o artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) na partida contra o Atlético na 2.ª rodada do Paranaense. Segundo o relatório do árbitro Cleivaldo Bernardo, um torcedor teria arremessado um rádio de pilha no campo. Se for condenado, o clube parnanguara poderá pegar uma multa de R$ 50 a R$ 500 mil e perda de mando de campo de uma a três partidas.