O técnico Emerson Leão deixou clara nesta quarta-feira a sua insatisfação com o aproveitamento nas finalizações a gol do time do São Paulo. Após o treinamento, ele chamou cinco jogadores para treinar exclusivamente o fundamento. Foram eles: o lateral Piris, o volante Jean, o atacante Fernandinho e os meias Lucas e Marlos.

A preocupação de Leão tem motivo. A equipe completou no último domingo, quando ficou no 0 a 0 com o Vasco, a sua quarta partida consecutiva sem marcar gol. A última vez que o São Paulo balançou as redes adversárias foi no 3 a 3 diante do Cruzeiro, no dia 5 de outubro, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Quem não tem gol, tem um milhão de problemas. Vamos solucionar isso. Se estamos ficando um pouco mais após os treinos é porque temos necessidade. Quando não tivermos, não faremos. Mas temos de passar fundamentos, postura e posicionamento para que eles possam render mais”, declarou o treinador do São Paulo.

Assim, pelo segundo dia seguido, Leão priorizou o treino de finalizações. Na terça, ele já havia exigido maior qualidade no chute e chegou a “punir” os jogadores que errassem o alvo com a obrigação de fazer polichinelos. A iniciativa foi bem recebida pelos jogadores, que veem o técnico mais “tranquilo, descontraído”.

“Só nos falta a vitória. Já estamos com a cabeça boa para no sábado fazer uma maravilhosa partida. O Leão está trabalhando com tranquilidade, descontraído, brincando, mas também cobrando bastante e com seriedade quando erramos”, declarou o zagueiro Luiz Eduardo, em entrevista nesta quarta-feira à TV Globo.

Luiz Eduardo, aliás, foi uma das novidades no treino coletivo desta quarta-feira, já que apareceu como titular, no lugar de Xandão, suspenso. A outra foi o retorno do atacante Dagoberto, que cumpriu suspensão diante do Vasco e voltou à equipe, no lugar do meia Marlos. Sem Juan, que pode ser desfalque por causa de uma lesão muscular, Jean foi improvisado na ala esquerda.

Assim, o São Paulo treinou nesta quarta-feira com Denis; João Filipe, Rhodolfo e Luiz Eduardo; Piris, Wellington, Carlinhos, Lucas e Jean; Dagoberto e Willian José. Durante a atividade, Leão promoveu a entrada do meia Cícero no lugar de Jean. Mas ele ainda espera a recuperação de Rogério Ceni e Luis Fabiano para definir o time.