“O Marquinhos (Walczak) e o pessoal da preparação física fizeram mágica comigo.” Foi desta forma que o atacante Leonardo resumiu o seu momento no Paraná Clube, após dez meses afastado dos gramados por causa de uma pubalgia. “Me sinto apto a jogar os 90 minutos, mas respeito a decisão do Comelli”, disse o jogador, que foi poupado do jogo contra o Ceará para estar “100%” na decisão desta terça.

O próprio jogador admitiu que contra o Bragantino, após jogar 90 minutos diante do Marília, “sentiu o ritmo”. Diante disso, não se assusta com a possibilidade de ser o camisa 9 apenas nos jogos em casa.

“É claro que quero estar sempre presente. Mas aceito a decisão da comissão técnica e respeito os meus companheiros”, disse Leonardo, sem polemizar. Na última rodada, ele entrou em campo somente nos 9 minutos finais do jogo agora, vai ser titular.

“Sei da minha importância para o grupo e vamos lá, para mais uma decisão”, disse o atacante. Para ele, o que mais pesa neste momento é a falta de um maior lastro físico. “Não tive uma pré-temporada. Por isso, estou abaixo dos demais. Mas, só vou compensar isso jogando. Restam catorze jogos e espero estar presente na maioria deles”, disse o jogador.