O lateral-esquerdo Marcelo, que lesionou o joelho esquerdo durante treino do Real Madrid nesta sexta-feira, foi cortado pela CBF dos amistosos que a seleção brasileira fará contra Honduras, no próximo dia 16, em Miami, nos Estados Unidos, e contra o Chile, três dias depois, em Toronto, no Canadá.

Desfalque confirmado da equipe madrilenha para o confronto diante da Real Sociedad, neste sábado, pelo Campeonato Espanhol, Marcelo passou por exames nesta sexta e o Real informou que o jogador está com uma “artrite traumática” no joelho. O boletim médico divulgado no site oficial do clube, porém, não fixou um prazo de recuperação para o atleta.

A CBF também anunciou nesta sexta-feira que o técnico Luiz Felipe Scolari não irá convocar um substituto para Marcelo. Além do jogador do Real, Felipão chamou Daniel Alves, do Barcelona, Maicon, da Roma, e Maxwell, do Paris Saint-Germain, como outros laterais do Brasil para estes dois próximos amistosos. Opção direta para a ala esquerda, Maxwell deverá ser titular contra hondurenhos e chilenos.

Essa não foi a primeira vez que Marcelo foi cortado da seleção brasileira por causa de lesão nesta temporada. No último dia 7 de setembro, ele foi excluído da lista de convocados para o amistoso que o time nacional fez contra Portugal, em Boston, por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda.

Já em outubro do ano passado, Marcelo sofreu uma fratura no pé direito e foi cortado do amistoso que o Brasil fez contra o Japão, em Wroclaw, na Polônia, assim como ficou sem jogar até o final de 2012 por causa da lesão.