O Bayer Leverkusen confirmou, nesta quinta-feira, a contratação do lateral-esquerdo Wendell, um dos destaques do Grêmio neste início de temporada. O clube alemão afirmou que aproveitou uma cláusula de compra que expiraria no próximo sábado, mas não deu maiores detalhes sobre a negociação com o clube gaúcho. Apenas que o jovem de 20 anos assinou até junho de 2019.

Wendell chegou a Porto Alegre em meados do ano passado, por empréstimo junto ao Londrina, que recebeu R$ 300 mil para ceder o melhor lateral-esquerdo do Campeonato Paranaense do ano passado. Quando vendeu Alex Telles para o Galatasaray, no início do ano, o Grêmio aproveitou para adquirir os direitos federativos da revelação e parte dos seus direitos econômicos.

De acordo com o Bayer Leverkusen, sabendo desta cláusula de venda, o diretor Rudi Völler veio ao Brasil, acompanhado do auxiliar técnico Daniel Niedzkowski, para ver o jogo em que o Grêmio venceu o Atlético Nacional, terça-feira, na Arena. Gostou do que viu e fez a oferta que acabou aceita pelos gaúchos, que estão com dificuldades financeiras.

“Wendell é um jogador muito talentoso, que pode ajudar muito nosso time. Estamos convencidos de que ele pode continuar a tradição de grandes jogadores brasileiros no Bayer”, comentou Völler.

O reforço, porém, fica no Grêmio até o fim da participação do time brasileiro na Libertadores e só se apresenta ao Bayer no início da próxima temporada europeia. “O Bayer tem uma excelente reputação no Brasil depois de que diversos jogadores jogaram lá. Eu também conversei muito com o Zé Roberto, que jogou muito tempo lá. Ele me aconselhou a aceitar e me contou do ótimo tempo que viveu lá”, apontou Wendell.