Aristzábal pode ser a
grande novidade do Coritiba.

A vida dá voltas, mas para Aristizábal elas acontecem rapidamente. Quarta à tarde, ele sofria com a possibilidade de ser suspenso por longo período – poderia chegar a um ano e meio de gancho. De um dia para o outro, o colombiano foi absolvido, liberado pelos médicos e pode ser a grande novidade do Coritiba para a partida de amanhã, às 16h, contra o Corinthians, no Pacaembu.

O jogador estava previamente vetado pelos médicos, mas no retorno do Rio de Janeiro, onde foi acompanhar seu julgamento, Ari avisou que não sentia dores e que pretendia treinar. “Eu estava muito bem, e sabia que podia jogar. Por isso esperava para treinar”, conta o atacante. A princípio, ele passaria apenas por um teste.

Só que a animação de Aristizábal era tanta que ele acabou indo para o trabalho tático, começando na equipe reserva. Com uma boa atuação, o colombiano passou para os titulares no coletivo (o primeiro da semana) e fez Antônio Lopes já pensar nele para a partida de amanhã. “O time muda, ele mete medo nos adversários e dá muita qualidade. O Ari pode colocar o Tuta na cara do gol a qualquer momento”, exulta o Delegado.

Ari também transpira alegria. “Eu estou muito satisfeito por voltar ao time. Tinha que esperar os auditores decidirem, mas eles perceberam que eu não merecia ser expulso no jogo contra o Grêmio e me absolveram. Depois, precisava mostrar que estava recuperado. Agora, só preciso me preocupar com o Corinthians, que é o nosso grande desafio”, avisa o atacante.

Mesmo assim, Antônio Lopes não confirma a presença de Aristizábal desde o início do jogo. “Eu quero vê-lo treinar, preciso saber a reação dele, por isso vou esperar. Também quero ver alguns vídeos do Corinthians antes de decidir”, explica o treinador coxa, que também vai deixar dúvida entre Ricardo e Alexandre Fávaro – a definição entre eles também define a forma de jogar do meio-campo coxa, se mais agressivo ou mais marcador.

Apesar das dúvidas, Ari está satisfeito apenas em poder jogar, o que ele temeu não conseguir fazer na reta final do Brasileiro. “Estou muito confiante, até porque acredito nos meus companheiros. Ainda temos onze jogos, e todo o grupo confia nas nossas possibilidades. Por isso, vamos buscar os resultados, a partir desse jogo com o Corinthians”, resume o colombiano.

Final

O treino de hoje (às 9h, no CT da Graciosa) marca o final da intertemporada do Coritiba. Para Antônio Lopes, foi um período proveitoso, que terminou com a boa notícia da recuperação de Aristizábal. “É bom quando essas coisas acontecem. Fizemos bons treinos, trabalhamos muito bem a parte física e realmente conseguimos melhorar bastante nesse tempo que ficamos recolhidos. Para fechar, essa recuperação do Ari, que animou todo o grupo”, avalia o Delegado.