A Liga de Basquete Feminino (LBF) apresentou nesta terça-feira a edição 2018 do torneio. O evento contou com a presença dos representantes das noves equipes e das campeãs mundiais e medalhistas olímpicas Alessandra e Helen Luz, na Caixa Cultural, no centro de São Paulo (SP).

A abertura do campeonato foi marcada para o dia 12 de janeiro com o clássico do ABC paulista entre Santo André/APABA e São Bernardo/Instituto Brazolin/Unip. Na apresentação de cada equipe, foram conhecidos as mascotes, que pela primeira vez na história da LBF, farão o entretenimento do público nos jogos.

“Nunca vi um momento tão positivo para o basquete feminino como agora. Não me fale que o basquete feminino é decadente ou segundo plano. Isso acontece se nós permitirmos”, disse o presidente da LBF, Ricardo Molina.

“O basquete feminino é muito forte, tem muita gente que trabalha e depende dele. O que está faltando é juntar este quebra-cabeças, que está se unindo. A minha proposta é aproximar todos para falar que o basquete feminino existe sim e, no que depender da LBF, faremos o melhor campeonato todo ano.”

Das nove equipes que vão disputar a temporada 2018, quatro são estreantes: Campinas, Catanduva, Ituano e São Bernardo. O time de Itu conta com nomes de peso, como o técnico Antônio Carlos Barbosa e a pivô Kelly, que conquistaram o bronze na Olimpíada de Sydney-2000. Além da dupla, a armadora Joice, que disputou o Rio-2016 e a última Copa do Mundo com a seleção brasileira, também faz parte do elenco rubro-negro.

A TV Gazeta será a emissora oficial de TV aberta da LBF Caixa 2018, que transmitirá partidas nas tardes de domingo. Na última semana, a LBF já havia anunciado nova parceria com os canais Sportv por mais dois anos.