Enquanto a diretoria atleticana não confirma a chegada do terceiro reforço para a temporada 2009, o técnico Geninho vai trabalhando com o plantel que tem em mãos. Apenas dois jogadores foram contratados: Jorge Preá e Lima. O primeiro é um desconhecido da torcida, mas o segundo deu muitas alegrias ao torcedor rubro negro. Foi dele o gol que sacramentou o último título do Furacão, o Estadual de 2005, em cobrança de pênaltis contra o Coritiba.

O jogador quer recuperar a boa fase e dar muitas alegrias a torcida do Atlético novamente. “Estou confiante em repetir aquelas boas atuações. Não veja a hora de voltar a jogar pelo Atlético. A primeira meta é vencer o Paranaense que vai ser muito importante para a gente”, disse o atacante. “O Atlético é a minha casa, aonde me sinto bem. Os torcedores estão me acolhendo muito bem. Consegui dar a volta por cima quando vim do Coritiba para o Atlético e agora não será diferente”, complementou.

O jogador, revelado pelo Coxa, quer estar em campo no clássico Atletiba, válido pela terceira rodada do certame estadual. “Quero jogar (o Atletiba) e fazendo gol é melhor ainda. Vou me dedicar ao máximo nos treinamentos para não decepcionar o Geninho e nem os torcedores”, resumiu.

O atacante tentou explicar porque depois que saiu do Atlético, em 2005, não conseguiu se firmar em outro clube. “Fui para a Árabia e a adaptação foi difícil. Depois voltei e fiquei um ano sem jogar, não fazendo nada. Cheguei aos 90 quilos. Fui para o Corinthians, São Paulo, mas não consegui ter uma sequência de jogos que tinha no Atlético”, finalizou.