O técnico da seleção italiana, Marcello Lippi, está satisfeito pelo fato da maioria dos comentaristas esportivos não citarem a Itália como uma das favoritas para conquistar o título da Copa do Mundo da África do Sul. Brasil, Espanha e Inglaterra lideram as bolsas de apostas.

“A Itália nunca é favorita para uma Copa do Mundo e isto ajuda. Olhe a nossa história. Nós já fomos campeões quatro vezes e perdemos uma para o Brasil nos pênaltis (1994)”, comentou o treinador italiano.

Marcello Lippi comandou a Itália no título mundial há quatro anos na Alemanha e retornou à seleção para substituir Roberto Donadonni, demitido após a Azurra ser eliminada pela Espanha nas quartas de final da Eurocopa de 2008.

A Itália está em um curto período de treinamento de dois dias em Roma. Ao todo, 29 jogadores foram chamados para essa fase do trabalho, entre eles jogadores como Buffon, Cannavaro, Zambrotta e Gattuso, que estavam na campanha vitoriosa na Alemanha. “Algumas pessoas podem dizer que não ajuda em nada pensar sobre o passado, mas não há nada de errado em relembrar aquele espírito e desejo que nós tivemos há quatro anos”, afirmou Marcello Lippi.