Dois dias após completar 31 anos, o croata Ivan Ljubicic ganhou o seu presente de aniversário ao conquistar, neste domingo, o título do Masters 1000 de Indian Wells, na Califórnia. Na final, o número 26 do mundo usou de sua experiência para confirmar a vitória nos tie-breaks, vencendo o norte-americano Andy Roddick por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 7/6 (7/5).

O triunfo diante do oitavo colocado do ranking mundial valeu a primeira conquista de Masters para Ljubicic, que chegou à final com boas vitórias sobre o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal, campeão do torneio em 2009. Já Roddick, que tinha a condição de sétimo cabeça de chave, teve um caminho mais fácil, encontrando dificuldade apenas na semifinal, diante do sueco Robin Soderling.

Com vice-campeonatos nos Masters de Madri, Paris e Miami, o croata fez um jogo extremamente equilibrado contra o norte-americano. Prova disso foi que nenhum dos tenistas conseguiu quebrar o saque do adversário. O serviço aliás, foi o ponto forte da ambos. Ljubicic conseguiu 21 aces, enquanto Roddick teve 12.

Mas a principal virtude do atleta da Croácia foi mesmo a tranquilidade nos momentos decisivos do jogo. Tanto é que Ljubicic teve o seu saque ameaçado por quatro vezes só no primeiro set, mas salvou todas as chances criadas por Roddick. Na segunda parcial, ele frustrou por mais duas vezes o adversário.

Sem quebras, o jogo foi decidido então nos tie-breaks, nos quais Roddick deixou a desejar e perdeu a oportunidade de chegar à sua quinta conquista em Masters. Já Ljubicic, além do título, também pode comemorar a melhora significativa de seu ranking. Na próxima lista da ATP, ele deve sair da 26.ª posição para figurar no 13.º lugar.