O Londrina terá que bater ninguém menos do que o invicto Atlético para chegar à final do Campeonato Paranaense. E pra complicar a vida do Tubarão, a decisão da Taça Caio Júnior será na Arena da Baixada. O jogo está agendado para as 20h desta quarta-feira (28).

Confira a classificação final da Taça Caio Júnior

Para esta difícil missão, o time do Norte do Paraná vai com força máxima. Depois de cumprirem suspensão, o zagueiro Luizão e o volante Moisés voltam à equipe.

Depois de ficar de fora das finais do primeiro turno do Campeonato Paranaense, com uma campanha tão questionavel que resultou na demissão do técnico Ricardinho, o Londrina se reencontrou. Depois da chegada do técnico Marquinhos Santos, foram promovidos ajustes necessários que fizeram o time reagir na Taça Caio Júnior e bater o Paraná Clube na semifinal da disputa.

Neste processo, de acordo como zagueiro Luizão, a união do grupo tem sido fundamental. “Em nosso time falamos muito em um ajudar ao outro, talvez o segredo para a gente ter chegado até aqui seja esse”, comentou o jogador.

Em casa

Depois de vestir a camisa do Coritiba em 2017, ele retornou ao Alviceleste e se diz sentir em casa defendendo as cores do time do interior.

“Isto acontece não só pelo time, mas pela cidade que me acolheu. A minha volta foi importante para retomar minha confiança. Foi como voltar para casa. Mesmo tendo propostas de outros clubes, meu desejo foi subir para a Série A com o Londrina, meu futuro sempre planejei com o time”, disse.

Luizão destacou a mudança de postura da equipe no segundo turno do Campeonato Paranaense, depois da chegada do novo treinador.

“O Marquinhos chegou e colocou um pouco do que ele quer para o Paranaense, conseguiu motivar alguns jogadores que estavam contestados. A gente entendeu o que ele queria, ele foi muito importante em dar a cara dele no time. Acredito que a gente acordou no momento certo”, avaliou o zagueiro.

Motivação

Para o atleta, o título seria uma motivação para o restante da temporada. Principalmente para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

“Fomos muito contestados, agora viramos a chave, fizemos jogos importantes e agora estar participando dessa final e levantando a taça vai ser importante não só pra mim , mas para toda a equipe por começarmos o ano bem para depois pensarmos na Série B”, finalizou.

Como preparação para o jogo desta quarta-feira (28), o Tubarão realiza no período da tarde o último treino coletivo para a partida, possivelmente no estádio do Trieste, em Santa Felicidade.