O Londrina perdeu a invencibilidade em casa na noite desta segunda-feira (10), na abertura da 8ª rodada da Série B. Depois de sair na frente, o time paranaense deixou a Ponte Preta virar e fazer 3×1 no estádio do Café. Com o resultado, a Macaca entrou no G4 e passa a ocupar, pelo menos até o fechamento da rodada, a quarta colocação. Mesmo com o revés, o Londrina segue na zona de classificação, em terceiro.

Em um jogo movimentado, não demorou pra rede balançar. Aos 21, Caculé cobrou escanteio com maestria e Bertotto encontrou a bola na subida de cabeça, decretando a abertura do marcador. O volante mal teve tempo de comemorar e sofreu o castigo, ao perder a bola na meia-cancha e permitir o chute venenoso de Matheus Vargas, que marcou um golaço e deixou tudo igual.

+ Confira a classificação da Segundona

Na base do toma lá, dá cá, quem quase levou a melhor foi a Macaca. Depois do escanteio de Matheus Vargas, Renan Fonseca quase virou, de cabeça. na sequência, foi Marquinhos quem assustou o goleirão Matheus Albino.

O Londrina, mesmo jogando em casa, começou a se jogar na base do contra-ataque. Se por um lado o Tubarão até dava alguns sustos, a Ponte estava dando sinais claros de que queria o gol da virada. E o tento saiu já nos descontos da etapa inicial. Depois do escanteio, Gerson Negrão acertou a trave e no rebote, Renan Fonseca, sem marcação, fez 2×1.

Ciente de estar perdendo a invencibilidade em casa na disputa da Segundona, o técnico Alemão resolveu colocar Anderson Oliveira no lugar de Diego pra tentar dar um novo gás na linha de frente. Mas foi a Macaca quem marcou mais um, logo aos oito do segundo tempo. Na base do contra-ataque, Roger recebeu pela direita e deixou Marquinhos na cara do gol pra marcar o terceiro.

A fim de ao menos diminuir a diferença, Alemão colocou Luidy pra dar mais movimentação ao ataque. A mudança surtiu efeito e o Tubarão começou a criar mais. Aos 25, Paulinho Moccelin cobrou escanteio e quase Anderson Leite fez o dele. Na sequência, ele forçou o goleiro da Ponte a fazer defesa milagrosa.

As chances se somavam, mas o gol não saia. Pra completar o cenário desgostoso, depois de uma bola na trave, Safira colocou a mão na bola e, como já tinha amarelo, tomou o cartão vermelho, deixando o Tubarão com um a menos. Mesmo em desvantagem, o Tubarão lutou até o fim, mas não conseguiu superar uma Ponte que fez um jogo impecável.

Ficha Técnica

Série B
1º Turno – 8ª Rodada

Londrina 1×3 Ponte Preta

Londrina
Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, Marcondes e Felipe; Rômulo (Anderson Leite), Bertotto e Caculé (Luidy); Paulinho Moccelin, Alisson Safira e Diego (Anderson Leite).
Técnico: Alemão

Ponte Preta
Ygor; Arnaldo (Diego Renan), Airton, Renan Fonseca e Abner; Edson, Camilo, Marquinhos (Dadá) e Matheus Vargas e Gerson Magrão; Roger.
Técnico: Jorginho

Local: estádio do Café
Árbitro: Diego Pombo Lopez
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias
Gols: Bertotto, 21, Matheus Vargas, 23, Renan Fonseca, 48 do 1º; Marquinhos, 8 do 2º.
Cartões amarelos: Safira (LEC); Airton, Ygor (PON)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!