Na terceira posição e dentro do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Londrina, depois dos oito primeiros jogos, já é um dos candidatos a conquistar o acesso à primeira divisão na edição deste ano da segunda divisão. Sob o comando do técnico Alemão, o Tubarão terá que ter na retomada da competição nacional, a partir do mês que vem, algo que não teve nas últimas temporadas: a regularidade necessária para conseguir uma das vagas na elite do futebol brasileiro de 2020.

Nas últimas temporadas, o Londrina até fez boas campanhas, mas acabou oscilando em momentos decisivos da Série B. Essa irregularidade do Tubarão fez a equipe do Norte do Estado ficar no quase e não conseguir o acesso. Lições tiradas de outros anos e que precisam ser colocadas em prática agora para que erros do passado não se repitam em 2019.

+ Leia mais: Londrina negocia três jogadores para a Europa

Um dos segredos para a boa campanha realizada pelo Londrina até agora foi a manutenção de um time-base nessas oito primeiras rodadas. O goleiro Matheus Albino, os laterais Raí Ramos e Felipe Vieira, o zagueiro Augusto e o atacante Safira atuaram em todas as partidas do Tubarão até agora na Série B do Campeonato Brasileiro. As outras mudanças aconteceram sempre por lesões ou suspensões.

Aliás, a permanência do técnico Alemão é um dos diferenciais do Londrina. O treinador, que comandou o clube no Campeonato Paranaense, voltaria a ser auxiliar técnico para o retorno de Roberto Fonseca. O treinador, no entanto, acabou ficando pouco tempo e, então, Alemão foi efetivado no cargo e, por ora, parece ter sido a melhor decisão tomada pela diretoria do Tubarão.

Nathan 'Cachorrão' foi o último reforço apresentado pelo Londrina. Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC.
Nathan ‘Cachorrão’ foi o último reforço apresentado pelo Londrina. Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC.

Além de aprimorar o que tem feito de bom e de corrigir alguns erros, o Londrina também vai usar essa parada para a Copa América para reforçar seu elenco. Na semana passada, o clube apresentou o atacante Nathan ‘Cachorrão‘, ex-Paraná Clube, e segue de olho no mercado. Somente para a segunda divisão, a diretoria contratou nada menos do que 11 reforços.

+ Confira a classificação completa da Série B

Esse bom início do Londrina na Série B do Campeonato Brasileiro também fez a média de público subir consideravelmente no Estádio do Café. É o quinto melhor neste quesito, com a participação de 5.070 pessoas por partida. Na derrota que sofreu para a Ponte Preta, no último duelo antes da parada para a Copa América, o Tubarão registrou a presença de quase 8 mil torcedores. Foi o melhor público do time londrinense na segunda divisão.