O Londrina derrotou o Esportivo, por 2 x 0, ontem, no VGD, mas foi eliminado da Copa do Brasil porque fora goleado na partida de ida entre os dois times, por 4 x 1, em Bento Gonçalves (RS). Nesta noite, os paranaenses precisavam vencer por três gols de saldo para forçar pênaltis ou por quatro para levar a vaga já no tempo normal.

A necessidade de fazer muitos empurrou o dono da casa ao ataque tão logo o jogo começou. Já aos 30 segundos, um chute de Rodrigo passou à direita da trave. Aos 18?, o tiro foi de Fabinho, que também raspou a trave.

Tamanha pressão resultou no primeiro gol quando, aos 27?, Alex Paulista aproveitou uma falha da zaga gaúcha e concluiu. Aos 39?, o atacante fez o segundo, de cabeça, após um cruzamento de Nem pela direita.

Imediatamente depois do segundo gol, antes que o jogo foi reiniciado, Bolão, do Londrina, e Caio, do Esportivo, trocaram agressões e foram expulsos.

Na etapa final, o dono da casa manteve o domínio, mas sem o criar tantas chances. Nas melhores, um chute de Edmílson voou sobre o travessão, aos 27?, e Nem acertou a trave, aos 35?.

Eliminado da Copa do Brasil, o Londrina volta as atenções para o jogo contra o Francisco Beltrão, domingo, na casa do adversário, pelo paranaense.

Ficha Técnica
Londrina: Vilson; Cassiano (Thierson), Alex, Rodrigo e Fabinho (Tita); Diogo, Henrique, Edmilson e Nem; Alex Paulista e Bolão. Técnico: Itamar Bernardes. Esportivo: Nivaldo; Tito, Paulo César, Ronaldo Bagé e Jal; Ivanildo, Sandro Pagliarini, Caio e Edinho (Marco Antônio); Fernando e Marcos Santos. Técnico: Paulo Porto. Local: VGD (Londrina). Gols: Alex Paulista, aos 27? e aos 39? do 1.º tempo. Renda: R$ 12.080,00. Público: 1.486 (total: 1.884). Árbitro: Manoel Paixão dos Santos (MS). Assistentes: Gilson Pereira (PR) e Rubens Berton (PR). Expulsões: Bolão e Caio.