Jorge Lorenzo voltou a superar neste sábado as dores no ombro esquerdo e o rival Valentino Rossi no Circuito de Motegi, que recebe a etapa do Japão da MotoGP neste fim de semana. Os pilotos da Yamaha duelaram pela pole position até os instantes finais da sessão, quando o espanhol sacramentou sua quarta pole da temporada. Líder do campeonato, Rossi largará em segundo.

Lorenzo superou o rival ao marcar 1min43s790, pouco abaixo do 1min43s871 registrado por Rossi. Vencedor da última prova da MotoGP, em Aragão, o piloto espanhol quer repetir o feito neste domingo para manter suas chances de título. No momento, apenas 14 pontos separam Lorenzo do líder Rossi (263 contra 249 pontos)

O resultado do treino deste sábado surpreendeu porque Lorenzo foi bem mais veloz nas sessões livres de sexta e dava sinais de que obteria a pole com maior facilidade. Rossi, contudo, apresentou evolução em comparação a sexta, fazendo prever uma boa disputa na largada deste domingo.

Praticamente fora da briga pelo título, o espanhol Marc Márquez obteve a terceira posição do grid, com o tempo de 1min44s216. Após sofrer uma queda e abandonar a corrida anterior, Márquez estacionou nos 184 pontos e se afastou dos líderes do campeonato. Somente uma combinação improvável de resultados nestas últimas quatro corridas do ano daria o troféu ao piloto da Honda.

Os três primeiros do grid serão seguidos dos italianos Andrea Dovizioso e Andrea Iannone, ambos da Ducati, com 1min44s322 e 1min44s436, respectivamente. O espanhol Dani Pedrosa, da Honda, obteve o sexto lugar (1min44s582), enquanto seu compatriota Aleix Espargaró, da Suzuki, ficou em sétimo (1min44s809).

Os britânicos Cal Crutchlow, da Honda, e Bradley Smith, da Yamaha, e o espanhol Maverick Viñales, da Suzuki, completam o Top 10 do grid.

ACIDENTE – O último treino livre em Motegi foi marcado por um forte acidente sofrido por Alex De Angelis, de San Marino. Ele acertou o muro na curva 9 e causou preocupação na MotoGP. O piloto da equipe E-Motion IodaRacing Team foi retirado do local de ambulância. Mais tarde, a organização informou que o piloto estava consciente e respirando. Ele deve ficar de fora da corrida deste domingo, com largada marcada para as 2 horas da madrugada (horário de Brasília).