O espanhol Jorge Lorenzo repetiu neste domingo o grande desempenho de Jerez de La Frontera e faturou sua segunda vitória na temporada da MotoGP, no circuito de Le Mans. Após largar em terceiro, ele assumiu a ponta no início e liderou a etapa da França até o fim para assumir a vice-liderança do Mundial. Os italianos Valentino Rossi e Andrea Dovizioso completaram o pódio.

Lorenzo e Rossi foram os grandes destaques da corrida deste domingo. O espanhol largou em terceiro lugar, na primeira fila, e desbancou o pole Marc Márquez logo na largada. Disparando na frente dos rivais, manteve a colocação até o fim, praticamente sem ser ameaçado. Somente nas voltas finais, das totais 28 da prova, Rossi esboçou uma tentativa de ultrapassagem.

Líder do Mundial, o piloto italiano teve ainda maior poder de superação em Le Mans. Com fraco rendimento nos treinos livres e na classificação, Rossi largou apenas da sétima colocação. Mas subiu para quinto na largada e, pouco a pouco, galgou posições até se aproximar de Lorenzo.

As decepções ficaram por conta de Márquez e Dani Pedrosa. O atual bicampeão saiu na pole, mas tocou no italiano Andrea Iannone na saída e perdeu quatro posições. Na sequência, cometeu um erro na freada no início da curva e caiu para o sétimo lugar. Em dia pouco inspirado, ele deu início à recuperação e conseguiu terminar na quarta posição.

Pedrosa voltou à correr neste domingo após ficar seis semanas afastado da competição em razão de uma cirurgia no antebraço direito. Totalmente recuperado, largou do oitavo posto. Mas teve pouco sucesso, graças principalmente a uma queda logo na segunda volta. Fora de ritmo, afinal ficou fora das últimas três corridas, ele conseguiu retornar à pista, mas não passou da 16ª colocação.

Após cinco corridas disputadas na temporada, Rossi segue na liderança, agora com 102 pontos. Lorenzo desbancou Dovizioso e assumiu a segunda posição geral, com 87. O terceiro colocado soma 83. E Márquez, atual bicampeão, ocupa o quarto posto, com 69 pontos. A próxima etapa da MotoGP será disputada no Circuito de Mugello, na Itália, no dia 31.