Ficou muito difícil para o brasileiro Lucas Di Grassi conquistar o título da GP2. Neste sábado, na penúltima etapa, disputada no autódromo espanhol Ricardo Torno, em Valência, ele precisava pelo menos chegar na frente de Timo Glock para manter-se com boas chances na briga.

No entanto, foi parar na caixa de brita na sexta volta da corrida, enquanto o alemão, livre de pressão, conduziu seu carro ao sétimo lugar. Com isso, aumentou a vantagem sobre Lucas para quatro pontos (81 a 77) e na 21.ª e última etapa do campeonato, no domingo, na mesma pista, precisa de apenas três pontos para garantir a taça. A largada será às 7 horas, de Brasília, com transmissão pelo SporTV.

O GP deste sábado – bastante tumultuado pela chuva forte em alguns pontos da pista no inicio da prova – foi vencido pelo russo Vitali Petrov, que completou as 45 voltas em 1h05min204s97. O italiano Giorgio Pantano chegou em segundo e o japonês Kasuki Nakajima foi sétimo.