O judoca brasileiro Luciano Corrêa conquistou neste domingo a medalha de ouro no Grand Slam de Moscou, uma das etapas do Circuito Mundial. O campeão mundial na categoria até 100 kg subiu ao lugar mais alto do pódio ao vencer na decisão o russo Tagir Khaybulaev por yuko.

O grande destaque do brasileiro, porém, foi a vitória na semifinal, sobre o japonês Takamasa Anai, atual líder do ranking mundial. “Todos sabem como é complicado disputar uma competição desse porte. Tem grandes atletas, com um nível bem elevado e, por isso, conquistar uma medalha é muito difícil. Eu consegui vencer um ótimo competidor. O Takamasa tem muita habilidade, porém encaixei um ippon e saí com a vitória da semifinal”, comemorou.

Antes de enfrentar o líder do ranking, Corrêa superou o russo Zafar Makhmadov, na estreia, e o ucraniano Artem Bloshenko, ambos por ippon. Nas quartas de final, bateu Maxim Rakov, do Casaquistão, que sofreu duas punições.

“Estou muito feliz por vencer, por estar no pódio e por representar o judô brasileiro. Aos poucos estou conquistando meu espaço no cenário mundial e esse título faz com que cada vez mais eu tenha confiança para os próximos desafios. Quero ganhar sempre mais”, avisou o judoca.

Com a conquista de Corrêa, o Brasil encerrou sua participação na capital russa com três medalhas, na quinta colocação do quadro geral. Ainda neste domingo, Flávio Canto levou o bronze na categoria até 81 kg, mesma colocação de Bruno Mendonça, até 73 kg, no sábado. Canto venceu três lutas seguidas, mas caiu na semifinal diante do sul-coreano Dae-Nam Song, por ippon.

Na mesma categoria, Leandro Guilheiro foi derrotado pelo italiano Antonio Ciano por yuko no golden score e ficou de fora do pódio pela primeira vez desde que mudou de categoria em dezembro do ano passado.

Entre os demais brasileiros, o mais bem colocado foi Rafael Silva, que ficou em quinto lugar na categoria acima de 100 kg após ser batido pelo húngaro Barna Bor, por ippon, nas quartas de final. Hugo Pessanha, até 90 kg, caiu logo na estreia, assim como Utkur Kurbanov, do Usbequistão.

No feminino, Mayra Aguiar, até 78 kg, venceu Lkhamdegd Purevjargal, da Mongólia, por ippon logo na estreia, mas perdeu da japonesa Tomomi Okamura no golden score ao ser penalizada com um shido. Maria Suelen Althaman, acima de 78 kg, também caiu na segunda luta, assim como Helena Romaneli, até 70 kg. Já Aline Puglia, acima de 78 kg, caiu no primeiro confronto.