Depois de impressionar ao garantir a classificação às quartas de final dos 100 metros rasos com certa facilidade, a brasileira Lucimar de Moura não repetiu o mesmo desempenho na fase seguinte e acabou eliminada da prova no Mundial de Atletismo, em Berlim. Na tarde deste domingo, ela correu sua bateria em 11s44, ficando aquém do seu tempo nas eliminatórias – 11s41.

A melhor na bateria da brasileira pelas quartas foi a norte-americana Carmelita Jeter, com 10s94, superando a jamaicana Shelly-Ann Fraser, atual campeã olímpica nos 100 metros, que fez 11s02. Além de Jeter, apenas mais duas atletas da Jamaica correram a distância abaixo dos 11 segundos, prometendo um domínio do país caribenho no pódio da prova.

Atual campeã mundial, Veronica Campbell fez o tempo de 10s99, enquanto sua compatriota Kerron Stewart conseguiu a melhor marca das quartas, com 10s92. Já a última das 16 classificadas às semifinais avançou com o tempo de 11s40, quatro centésimos mais rápida que Lucimar, 19.ª colocada geral.

Para a brasileira, o motivo de não ter conseguido repetir o desempenho das eliminatórias foi a sua largada ruim. “Não foi uma boa corrida. Na minha corrida anterior eu fui melhor. Infelizmente não tive uma boa largada e não deu pra recuperar”, lamentou a velocista em entrevista ao SporTV.

As semifinais dos 100 metros rasos em Berlim serão disputadas nesta segunda-feira, às 14h05 (de Brasília). A final da prova também acontece no mesmo dia.