O zagueiro Diego Lugano tratou de dar esperanças à torcida uruguaia na Copa do Mundo depois da surpreendente derrota que a equipe sul-americana sofreu no último sábado para a Costa Rica por 3 a 1, em Fortaleza. Por meio de textos via Twitter, o capitão da seleção do Uruguai lamentou o revés, mas disse que a missão não é algo inatingível.

“Se isso era difícil, agora se tornou muito mais difícil, mas não impossível. Vai depender de como conseguiremos superar”, escreveu Lugano. “Não estamos numa situação tão assustadora como é dito no nosso pior momento e não tão bons como é dito no nosso melhor”, comentou.

Para Lugano, o que aconteceu contra a Costa Rica estava dentro do que era possível. “A Costa Rica teve seu mérito e nós cometemos erros. Há muito que corrigir e melhorar”, disse. “Agora, o que temos que nos levantar e sair lutando novamente”, afirmou.

A situação do Uruguai não é cômoda. A equipe é a última do Grupo D da Copa do Mundo, com nenhum ponto ganho. Perde para a Inglaterra, que foi derrotada pela Itália por 2 a 1, no saldo de gols.

O próximo jogo do Uruguai na competição é justamente contra os ingleses nesta quinta-feira, no estádio Itaquerão, na capital paulista. Uma derrota praticamente decretará a eliminação uruguaia da Copa.